O Parque Aldeia do Imigrante

Nova Petrópolis, com sua arquitetura enxaimel, jardins, praças e parques floridos, só é comparável com longínquas aldeias e pequenas cidades que povoam nossos sonhos.

Os bons hotéis e restaurantes, os deliciosos cafés coloniais, o artesanato e as malhas multicoloridas, por si só, justificam um passeio por esta acolhedora e simpática cidade.

Como se não bastasse, entretanto, lá está o
Parque Aldeia do Imigrante, uma verdadeira reserva de 10 hectares de mata nativa em pleno centro da cidade, com edificações antigas tombadas pelo Município. Esse parque foi projetado pelo arquiteto Beto Schuch e inaugurado em 1985.

Ali, entre lagos, árvores centenárias, pássaros e borboletas, somos surpreendidos com sons de bandinhas e danças de grupos folclóricos que se apresentam na retreta do parque, ao lado de um
Biergarten ao ar livre que, entre outros petiscos, serve um bom chope gelado. Nas tendas rústicas encontramos os mais variados produtos da região.

Seguindo adiante, após um lago povoado por gansos, patos e marrecos, descobrimos uma autêntica aldeia histórica bávara - a
Aldeia do Imigrante - que recria o ambiente que existia entre 1875 a 1900. Ferraria, cantina, capela, escola comunitária, casa de colono, venda com salão de baile, cooperativa e um Studio Photographico (onde Germano Schüür faz fotos à moda antiga) constituem o mais autêntico conjunto arquitetônico em enxaimel da América do Sul.

O telefone do Parque Aldeia do Imigrante é (54) 281 1254 onde se pode obter informações sobre festas, atrações e atividades, tanto no parque como no município.

Nova Petrópolis in Farben
Projeto Fotográfico de Germano Schüür
Mande um cartão com essas fotos - Apoio RS Virtual
Com poemas de Mário Quintana e músicas de J.S.Bach
 

Grupo de fotos nº 1

Grupo de fotos nº 2


HOME | FOTOGRAFIA | SCHÜÜR | POZENATO | O QUATRILHO | PHOTOS
PAVIANI | IOTTI | CRUZ ALTA | MAPA | LINKS

 

HOME